Florais

FLORAIS – Perguntas Frequentes

  1. Para que serve a terapia floral? Para equilibrar emoções ou energia que em nosso corpo esteja em escassez ou em excesso. 
  2. Além de acalmar, os florais melhoram o sono? Sim, melhoram, existe floral para ajudar a diminuir quantidade de pensamentos durante a noite, para aliviar ansiedade e tensões. Em relação aos animais também ajuda no sono, pois vamos colocar essências para equilibrar energeticamente seu corpo e mente.
  3. Como é a dosagem e de que forma o pet deve tomar ? O recomendado é que ele tome 6 gotas 4 vezes ao dia. A forma que ele vai tomar é bem individual, tem tutor que oferece as gotinhas direto na boca, outras que colocam no piso e o pet vai lá lamber (funciona mais com cães), outros colocam na comida pastosa ou fruta. É importante testar, ver qual maneira ele aceita melhor.
  4. Já usei mas não adiantou, porque ? Dosagem, frequência e essências corretas. E muitas vezes precisa também tratar o dono. 
  5. Trata medo de cão e de outros? Sim, o floral pode tratar o medo. Mas em relação a medo de outros animais e pessoas, é importante investigar a questão da socialização, talvez entrando com um adestrador, além da terapia floral.
  6. Tem efeito colateral? Não, os florais são totalmente naturais, são essências de flores, coletadas para este fim, não gera efeito colateral.  
  7. Tempo tempo dura a terapia? É bem relativo, vai muito do empenho do tutor, em oferecer os florais na frequência e doses prescritas. Além da individualidade do caso tratamento, quanto mais cronico o processo, conseqüentemente mai demorado o tratamento. 
  8. Como o floral atua no comportamento? Atua nas células do corpo, no seu campo vibracional. Vibração esta, que se expande aos poucos a todos os órgãos e corpos energéticos. A consequência é a harmonização do corpo físico como um todo. Isso vale para pessoas e animais. 
  9. Quanto tempo vemos resultado? Esta resposta é bem individual, vai muito das crenças e vontade de mudança da pessoa, da dedicação ao tratamento e estilo de vida. Em relação aos animais, vai muito da dedicação do tutor, o bloqueio deles para o tratamento é minimo. 
  10. Só veterinário que pode indicar o floral? Não, qualquer pessoa com formação em terapia floral pode indicar, apenas precisa ter conhecimento de quais essências escolher para o caso em questão. caso dos animais, é interessante que seja um veterinário por conta da segurança da indicação, de não confundir algo serio com apenas um problema de comportamento, por exemplo. O veterinário vai conseguir distinguir bem.
  11. Cão que já foi adestrado mas não adiantou, o floral resolve? Na verdade o que indico é a mudança de ordem no processo. Primeiro inicia com tratamento floral para depois começar com o adestramento, pois o animal já vai estar mais tranquilo, conseguindo ter mais foco nas aulas, absorvendo melhor os comandos. 
  12. Ajuda nos sintomas de cio? Ajuda sim, principalmente se a cadela no período do cio fica muito carente, se tem gravidez psicológica ou se fica agressiva. Qualquer mudança neste período de cio o floral pode ajudar a harmonizar.
  13. Ajuda na ansiedade do animal? Sim, ajuda bastante.  É preciso só procurar a raiz desta ansiedade, nenhum animal ou pessoa, é ansioso sem causa aparente. Muitas vezes sugiro mudança na rotina e manejo no ambiente. Isso tudo vemos n consultoria floral.
  14. Em um frasco da pra tratar varias coisas ao mesmo tempo? Da sim. Sendo que preconizo iniciarmos pelos sintomas mais sérios para depois chegarmos aos mais sutis. Normalmente cuidando dos mais sérios, os sutis se equilibram também. 

GRATA PELA VISITA !!

Texto: @dra.lysalves

Anúncios
Uncategorized

Consulta Ozônio / Floral / Reiki

A consulta tem duração de 1h a 1h30. É registrado todo o histórico do animal, desde a adoção, histórico médico, rotina, hábitos, até o motivo que o levou para a consulta. Quanto maior o número de informações fornecidas, melhor, por conta disso, é importante que a consulta seja feita com a pessoa que mais convive com o animalzinho que será consultado.

Ao final da consulta é possível dizer qual das terapias mais poderá ajudar o paciente. Pode-se fazer o conjunto das três terapias ou de apenas uma, é preciso analisar todo o quadro e disponibilidade do tutor, por isso a importância da consulta inicial.

Nesta primeira consulta, se a indicação for para a terapia floral, o tutor já sai da consulta com o floral em mãos, para iniciar o tratamento em casa. Se a indicação for para o ozônio, é preciso que o paciente tenha no mínimo um hemograma recente. E no caso do Reiki, a sessão pode ser avulsa ou feita de forma semanal. As orientações de manejo e observações relevantes que tiverem sido ditas durante a sessão serão anexadas e enviadas por e-mail.
.
FLORAIS: Os florais são frequências energéticas de flores, também atuam no campo vibracional dos animais, os auxiliando no emocional e distúrbios de comportamento. O tratamento pode ser feito de forma conjunta, animal e tutor ou apenas o animal. Coloco esta possibilidade, pois os animais costumam sentir muito o ambiente e o que sentimos, quando nos cuidamos eles também sentem e refletem essa mudança. O tratamento tem duração em média de 4 a 6 meses, se feito na frequência e doses prescritas. Ao iniciar o tratamento, o paciente (humano ou não humano) é acompanhado até o final, onde conversamos sempre a cada termino de frasco e início de outro. O importante é o paciente ficar bem dos sintomas que estão sendo cuidados, até receber alta. Após receber alta, para início com um outro quadro ou sintomas, é preciso fazer agendamento e pagamento de uma nova consulta. O paciente que já tenha feito comigo o tratamento com florais, tem 20% de desconto na nova consulta.
.
REIKI: O Reiki, assim como os florais, são reconhecidos pela OMS (organização mundial da saúde), atualmente fazendo parte do SUS. O Reiki é uma técnica de imposição de mãos, onde o terapeuta canaliza a energia universal a fim de transmitir esta energia ao paciente. O Reiki pode auxiliar em diversos casos de desequilíbrio emocional, como na ansiedade, medo, pânico, stress, recuperação de um pós cirúrgico, redução de efeitos colaterais de medicamentos e/ou quimioterápicos, auxilia na recuperação de animais internados e animais idosos, ajuda no aumento da vitalidade e aceleração do processo de cicatrização da pele.
.
OZÔNIOTERAPIA: O ozônio é um gás medicinal, gerado por um equipamento onde, para sua aplicabilidade, existem algumas vias de aplicação, podendo ter efeito sistêmico, ativador do sistema imunológico ou efeito local, com efeito bactericida e antifúngico, acelerando também processo de cicatrização. O uso da terapia ozônio possibilita a diminuição do uso de medicamentos e diminuição de efeitos colaterais. Feridas de difícil cicatrização e suporte durante quimioterapias são fortes indicações inclusive.
.
Consulta e Sessões para Terapias Integrativas com Animais:
100,00 (Valor da consulta domiciliar por animal atendido)
55,00 (Sessão avulsa de Reiki, para o tutor ou paciente não humano). Verificar valores de pacote. A sessão é apenas presencial, duração de 40min.
95,00 (Sessão avulsa de ozonioterapia. Valor muda dentro do pacote de tratamento).

Uncategorized

O Floral é um Homeopático ?

Vamos esclarecer essa dúvida ?! 😀

1) A homeopatia é um sistema terapêutico vibracional, criado por Dr. Hahnemann, no século XIX.

2)   A terapia floral é um sistema terapêutico também vibracional, criado pelo Dr. Bach no ano de 1929

Definição de Homeopatia: método terapêutico que consiste em prescrever a um doente, sob uma forma diluída e em pequeníssimas doses, uma substância que, em doses elevadas, é capaz de produzir num indivíduo sadio sinais e sintomas semelhantes aos da doença que se pretende combater.

Definição de floral: preparado líquido e natural, feito a partir de flores de arbustos e árvores silvestres onde tem ação sobre emoções e sentimentos por meio da frequência energética ou marca vibracional das flores escolhidas.

A principal diferença entre homeopatia e florais é a forma como seria restaurado o equilíbrio do indivíduo ! A Homeopatia pode agir no físico, no mental e no emocional. As essências florais atuam especificamente no emocional (refletindo em outros corpos ou níveis).

Na homeopatia, o equilíbrio é restaurado pelo uso de um medicamento semelhante à doença, usa-se o princípio da semelhança. Ex: o veneno de abelha (apitoxina) causa inchaço e irritação na pele e é usado homeopaticamente para tratar sintomas parecidos, como alergia.

Na terapia floral, o equilíbrio é obtido por meio de virtudes opostas aos vícios da personalidade. O terapeuta tem que detectar o problema emocional/comportamental do paciente, para receitar os florais. Ex: Individuo ciumento. A virtude ou frequência vibracional recebida será de desapego e amor próprio

Outras diferenças:

• Segundo Hahnemann, a causa da doença seria o desequilíbrio da energia vital. Para Bach, a doença seria causada pelo conflito da personalidade com o Eu Superior.

• A Homeopatia trabalha com os três reinos: mineral, vegetal e animal. Na terapia floral, utilizam-se somente flores para obtenção dos remédios.

• O médico homeopata prescreve somente um medicamento que deve tratar o paciente em sua totalidade; na terapia floral, o terapeuta indica um composto com várias essências, um “buquê”.

O medicamento homeopático deve ser diluído e dinamizado durante movimentos repetidos, chamados de sucussão. Os remédios florais são diluídos, porém não são dinamizados (vários níveis de diluição), nas essências florais, há somente um nível de diluição. OBS: As essências florais são produzidas por dois métodos de preparação: o solar e o de fervura.

.

Gratidão pela visita !! 😀 Volte sempre.

FONTE: Flávio Dantas, clínico geral, com formação homeopática, e Josef Karel Tlach, terapeuta floral e ex-professor da Fundanção Edward Bach, da Inglaterra, Lívia Perozim.

Uncategorized

Hábito de comer as próprias fezes, como solucionar ?

SEU CÃOPANHEIRO COME FEZES?

Coprofagia é o ato de comer fezes. Coprofagia vem do grego “copro”, que significa fezes e “fagia”, que significa comer.

Há uma teoria que a coprofagia teria sido herdada geneticamente dos ancestrais dos cães, os lobos. Lobos (e coiotes), muitas vezes, comem suas próprias fezes se houver escassez de comida. Quando os lobos caçam uma presa, primeiramente comem as entranhas – os intestinos , fígado, estômago. Além disso, fezes de herbívoros caçados são ricas em vitamina B e alguns pesquisadores acreditam que carnívoros podem comer fezes em busca dessa vitamina.

As causas da coprofagia podem ser nutricionais ou comportamentais !! Importante investigar.

CAUSAS NUTRICIONAIS:

– Baixos níveis proteicos ou alimentação insuficiente – rações de baixa qualidade
– Quantidade diária de comida oferecida sendo superior à que necessita, ou o cão é alimentado com rações muito calóricas (ricas em gordura). A comida em excesso não é devidamente digerida, fazendo com que as fezes sejam muito semelhantes à comida
Verminoses – levam à pouca absorção de nutrientes
– Insuficiência pancreática exócrina – impede que o ciclo digestivo funcione corretamente

 CAUSAS COMPORTAMENTAIS:

Ansiedade e/ou estresse
Tédio – falta de estímulos
Chamar a atenção – cão negligenciado
Evitar punição/bronca – se o cão é castigado por fazer as suas necessidades dentro de casa ou em local inapropriado (geralmente batendo-se ou esfregando seu focinho nas fezes), pode comer os dejetos para tentar escondê-los e evitar os castigos. O cachorro pode entender que o castigam por defecar e não por fazer no local errado
Manejo – quando os locais de dormir, alimentar-se, urinar e defecar, não ficam bem delimitados ou o espaço é insuficiente – o cão é forçado a defecar em seu espaço de dormir e acaba por ingerir suas fezes para manter o espaço limpo

Se o cão estiver saudável, o que só o veterinário pode determinar, as soluções passam geralmente por:

– Alimentar o cão com uma ração de alta qualidade (para que o nutra de forma adequada) e que reduza o odor das fezes, as deixando menos atrativas
– Ajustar a quantidade de ração ao peso, raça/porte e idade do animal
– Limpar constantemente o local onde o cão faz as necessidades, de preferência que ele não veja a hora que você limpar
– Fornecer estímulos mentais e exercício físico
– Evitar que o cão defeque em casa, mantendo um horário rígido de alimentação (não deixar comida à disposição) e passear com ele sempre à hora em que costuma defecar
– Não deixar o cão sozinho por longos períodos de tempo, caso não consiga, tente conseguir uma companhia ou ocupação para ele, a creche é uma boa opção

OS FLORAIS PODEM AJUDAR ?

Sim. Primeiro a gente detecta o problema que está causando o hábito de comer as fezes, depois começamos com a formula floral, que pode ser: Essência floral para stress, ansiedade, para ajudar a fixar novos comandos e novos hábitos, para compulsão e falta de controle e para medo se o caso for por conta das broncas que ele poderia receber por estar defecando.

Gratidão pela visita ! 😀 Até a próxima.

Uncategorized

O Floral Muda a Personalidade do meu Pet ?

Respondendo:

Não !! O floral vai atuar no equilíbrio da personalidade dele, atuando na vibração das células, equilibrando o que está energeticamente em excesso ou em escassez.

Fazer uso da essência floral é permitir receber ajuda da natureza com a frequência/marca ou caráter vibracional da flor, equivalente ao que o individuo esta precisando (WRIGHT apud MORRISON apud GRAHAM & VLAMIS, 2009). Os animais aceitam muito bem esta ajuda, sabem que é pura energia amorosa.

Segundo Edward Bach – medico que descobriu e estudou as essências das flores – cada flor encarna certa qualidade de alma, ou energeticamente, um determinado comprimento de ondas de energia, substituindo a imperfeição (negatividade) pela virtude, fazendo o corpo passar a um elevado estado de existência emocional (BEAR & BELLUCCO, 2013).

O floral vai mudar MINHA personalidade?! Não, o floral vai atuar no equilíbrio da personalidade, ativando a sua essência perfeita que por vezes fica adormecida.

Ex: Pessoa mandona, autoritária e que gosta de estar sempre à frente das atividades para que as coisas saiam do seu jeito e no seu tempo …

Vamos usar um floral para desenvolver o sendo de liderança que a pessoa já tem, mas que está em excesso. No equilíbrio, a pessoa conseguirá ter mais senso de equipe e paciência com as limitações dos outros.

Gratidão pela Visita !! 😀

 

Uncategorized

Solução Natural Anticoceira

INGREDIENTES:

  • 1 xícara de água fervida (depois dela fervida acrescente o restante a baixo)
  • ¼ de xícara de vinagre de maça (sim, precisa ser o de maça)
  • 1 colher de chá cheia de camomila ou hortelã (escolha entre um dos dois)
  • 5 gotas de óleo essencial de lavanda (não é obrigatório, mas ajuda no efeito)

OBS: Se possível, prepare o chá com a folhinha natural. Lojas de produtos naturais no mercado central ou no shopping (mundo verde) a gente encontra a camomila no saquinho, desidratada.

Misture tudo e despeje em um borrifador: O produto pode ser conservado em geladeira e possui prazo de validade de 4 dias. Agite e borrife várias vezes ao dia nas regiões que coçam, por quantos dias achar necessário.

Alguns peludos não apreciam a sensação do spray, por conta disso, você pode colocar a solução em uma bola de algodão, aplicando o algodão umedecido onde coça.

Deixe esta mistura descansar por 15 minutos ou um pouco mais, até sentir que está em uma boa temperatura para iniciar a aplicação.

IMPORTANTE: Este truque caseiro poderá ser feito a cada 15 dias e deve ser repetido até o fim da infestação, mas você poderá continuar a fazer para evitar futuras infestações. Você poderá aplicar esse remédio como uma última lavagem, depois de banhar o seu pet.

INDICAÇÕES:

  • Restabelecer o PH adequado da pele (dificultando a vida de leveduras, fungos e bactérias)
  • Aliviar coceiras de intensidade leve
  • Ação repelente complementar, de pulgas, carrapatos, moscas e mosquitos